Arquivos

Bistroy Les Papilles em Paris, para encantar as papillas!

Fonte: Caroline Putnoki

29695-650x330-web

Hoje sinto saudade do meu Paris! Esse céu cinza de inverno em São Paulo – que lembra o inverno parisiense! – me da vontade de voar para procurar o calor intenso que já chegou na cidade luz. Uma amiga brasileira em visita por lá me escreveu hoje perguntando dicas de bistrots românticos. Pensei imediatamente num lugar que fui no inicio em março. Não é só romântico. É aconchegante, apertado, pequeno e delicioso, e localizado no coração do Quartier Latin. Sucesso garantido para um jantar com namorado, grupo de amigos, família ou mesmo sozinho!

LesPapillesParis

Com a personalidade direta e quente dos Franceses do Sul, Bertrand Bluy, o dono do “Bistroy… Les Papilles” trabalhou como pâtissier no famoso Taillevent, mas também com Troisgros, Pierre Hermé e no Le Bristol (não é um curriculum de peso?). Propõe um menú único feito exclusivamente com “l’arrivage du jour” (produtos frescos entregues do dia) e a inspiração do seu chef caribenho francês Ulric Claude – que também passou por Taillevent.

Os pratos são deliciosos e generosos (melhor não comer nada antes se você for jantar lá). O prato principal é quase sempre servido numa panela feita para dividir.  les_papilles_interieure
No jantar, não tem escolha, é o cardápio único da maison. No almoço, tem opções de pratos clássicos como Foie gras de canard à l’ancienne, Escargots de bourgogne en persillade, Thon rôti aux 4 epices et sesame grillé (atum), La planche de cochonnaille Philippe Camdeborde (tábua de frios), Le boudin noir poëlé (morcilha) e Le ris de veau poëlé au beurre (moleja). Os vinhos, escolhidos pelo Bertrand são achados, petits vins de terroir gostosos.

O lugar conta com uma épicerie e uma adega. Pode comprar  foie gras ou saucisson se ainda tem fome depois de uma tal refeição pantagruélica.

De inspiração tradicional bistrô com raízes do Sul-Oueste da França (plats du terroir), o “Bistroy” representa o que há de melhor na bistronomie francesa: gastronomia sem frescura.

timthumb

Bistroy… Les papilles

30 rue Gay Lussac
75005 PARIS
RER : Luxembourg
Tel : 01.43.25.20.79
eMail : lespapilles@hotmail.fr

Aberto: Terça-feira até Sábado:

4 serviços por dia
12h – 14h / 19h – 22h30
Fechado Domingo e Segunda-feira

St. Barth recebe quarta edição de festival gastronômico

St. Barth recebe quarta edição de festival gastronômico

St. Barth Gourmet Festival acontece em novembro e terá a presença de chefs estrelados
St Jean2A ilha francesa do Caribe St. Barth, frequentada pelo jet set internacional, receberá de 3 a 6 de novembro 2016 a quarta edição do St. Barth Gourmet Festival, que neste ano será dedicado à gastronomia do mundo todo. No total serão nove chefs convidados dos mais consagrados restaurantes do mundo.

O anfitrião deste ano será Christian Le Squer, Chef do Hotel Four Seasons Georges V em Paris, que soma três estrelas no Guia Michelin. O festival contará também com o chef Arnaud Donckele, que também é três vezes estrelado, além de Guy Martin e Sylvestre Wahid, ambos com duas estrelas cada um. Outros grandes chefs como Jérôme Banctel, Virginie Basselot, Christophe Saintagne, Fabien Lefevre e Gilles Marchal, também estão entre os participantes do festival.

Além dos jantares que serão preparados por estes grandes nomes em restaurantes da ilha durante três noites, o festival conta com uma programação intensa para os visitantes que estiverem em St. Barth durante o festival.

“É uma honra receber esses chefs extremamente talentosos na nossa ilha. O Festival Gastronômico de Saint-Barth é um grande evento que confirma a posição privilegiada da ilha como destino turístico imperdível no Caribe e do mundo, permitindo aos hóspedes e aos habitantes a descoberta da cozinha francesa em uma atmosfera festiva e amigável à imagem de St. Barth.” Nils Dufau, Presidente do Comitê Territorial do Turismo Saint-Barthélemy.

Cercada por outras ilhas de diferentes culturas (como Saint-Martin ou Anguilla), St. Barth fica entre os destinos curtidos pelo “jet set” brasileiro.

Dunkelrestaurant – experiência única!

Dunkelrestaurant – uma experiência única

Uma das experiências mais interessantes é jantar em um restaurante totalmente nas escuras. Este é o conceito dos chamados Dunkelrestaurant (“restaurante escuro”) e  em Berlim existem dois restaurantes deste tipo, o unsicht-Bar que foi o primeiro restaurante deste tipo na Alemanha e o Nocti Vagus. Se você quiser uma experiência interessante e diferente enquanto estiver em Berlim, fica aqui esta dica.

No unsicht-Bar (o nome já é ótimo, muito criativo: pois unsichtbar significa invisível e ao mesmo tempo contém a palavra “bar”) é muito interessante. Quando o cliente chega, há um bar/recepção ainda iluminado e lá pode escolher uma bebida e o menu: existem cinco tipos diferentes de menu, que são vegetariano, com carne, com frago, com peixe/frutos do mar, e ainda o menu surpresa. Cada um tem 3 ou 4 pratos diferentes.

Depois as pessoas serão buscadas para serem conduzidas às suas mesas pelos garçons, que são cegos!! Isto mesmo, os garçons que trabalham lá são cegos. Faz sentido, eles vivem na escuridão e sabem se movimentar. Uma pessoa normal não consegue se movimentar lá dentro, pois acreditem, não exerga se vê um palmo à frente do nariz. Então, o garçom vem buscar os clientes e os conduz em fila – o garçom vai na frente e a primeira pessoa coloca as mãos nos ombros dele(a), a segunda pessoa se apóia na que está se guiando pelo garçom e assim por diante. E assim se chega até a mesa. E lá não se tem a menor noção de espaço – a gente ouve as pessoas conversando, mas não tem a mínima idéia se estão sentados em uma mesa à sua direita, esquerda ou se estão a um metro de distância.

Depois o garçom vai trazer a bebida que o cliente escolheu na entrada. Ele explica a disposição dos objetos na mesa fazendo uma analogia com os ponteiros do relógio (olha a foto abaixo), tipo, o copo está a 1 hora. E mais uma coisa, ele não serve a bebida,  ele trás a garrafa e o copo, diz onde estavam com a analogia dos ponteiros e deixa lá para a pessoa se servir! Mas como é que vai se saber se o copo já está cheio ou não se não enxerga-se nada? O que é mais fácil é colocar o  dedo na borda do copo, um pouco para dentro e ver se está cheio ou não. Quando sentir a bebida no dedo,   já é hora de parar de colocar, pois o copo já tinha sido enchido.

E mais um detalhe, você escolhe o menu, digamos com carne que tem 4 pratos. Então vai ser uma pequena entrada, sopa, prato principal e sobremesa. Só que no cardápio na entrada não diz exatamente do que é a sopa ou qual é a sobremesa. Só se sabe que o prato principal vai conter carne, mas o que acompanha ou exatamente como é, também não diz. Ao invés disto, para cada prato, há uma descrição bem subjetiva. Ou seja, a idéia que que agucemos o nosso paladar e enquanto comemos sem ver ou saber o que é, devemos sentir sabores e descobrir o que é e o que contém.

No final do jantar o garçom conduz de volta à entrada iluminada onde se paga a conta e daí recebe-se um cardápio onde tem descrito claramente o que era cada prato. Daí você pode saber se acertou o que supôs que estava comendo.

O unsicht-Bar está localizado em Mitte, na Gormannstr. 14.

O restaurante Nocti Vagus se diferencia pela programação de shows. Há, por exemplo, o jantar romântico, no qual as pessoas jantam na escuridão também, mas acompanhado pelas músicas românticas tocadas em um piano.  O Nocti Vagus fica na rua Saarbrücker Str. 36-38 (não muito longe do unsicht-Bar).