Arquivos

Salada de alcachofra e lagosta, vinagrete de algas (235 KCAL)

Salada de alcachofra e lagosta, vinagrete de algas
Ingredientes (para 4 pessoas)
Tempo de preparação: 45 minutos
Tempo de cozimento: 13 minutos
INGREDIENTES
  • 1  lagosta de 400g
  • 1 tomate pequeno (80g)
  • 80g de polpa de abacate
  • 2 corações de alcachofra cozidos
  • 30g de cebolinha picada finamente
  • 1  coração de alface
  • Sal fino, pimenta moída
PARA O COURT-BOUILLON (CALDO) :
  • Sal grosso e pimenta em grão
  • 1 bouquet garni (buquê de ervas: tomilho, folha de louro, salsa)
PARA A MAIONESE LIGHT :
  • 1 ovo cozido / 10g de mostarda sem glúten
  • 60g  de queijo minas frescal light
  • Sal fino, pimenta moída
VINAGRETE DE ALGAS :
  • 20 ml de azeite
  • 40 ml de vinagre balsâmico
  • 20 g de tempero de algas
  • Sal fino, pimenta moída

PREPARAÇÃO DO COURT-BOUILLON :
Encha uma panela grande com água fria. Adicione uma generosa pitada de sal grosso, alguns grãos de pimenta e um bouquet garni. Deixe ferver. Mergulhe a lagosta na água fervente, baixe o fogo e cozinhe durante 12 minutos. Escorra, descasque e reserve a lagosta até ser necessária. Mergulhe o tomate em água fervente durante 15 a 20 segundos; refresque em água fria. Retire a pele e as sementes do tomate. Pique o abacate, os corações de alcachofra e o tomate em cubos de 1/2 cm.
Corte a carne da lagosta. Coloque todos os ingredientes em cubos em uma tigela grande e junte as cebolinhas. Deixe na geladeira até ser necessário.
 
PREPARAÇÃO DA MAIONESE LIGHT:
Misture o ovo cozido com a mostarda até ficar homogêneo, em seguida, adicione o queijo minas batido e tempere com sal e pimenta.

PREPARAÇÃO DE VINAGRETE DE ALGAS :
Bata para combinar o azeite, o vinagre balsâmico e o tempero de algas, prove e corrija o sal e a pimenta. Misture a maionese light na mistura da lagosta e retifique o tempero. Para servir, disponha algumas folhas de alface em cada prato. Utilize um molde em formato de anel para moldar uma torre de salada de lagosta em cima da alface, pressionando levemente para que seja mais fácil remover o molde. Regue com vinagrete de algas ou decore a gosto.
SUGESTÃO DO CHEFE :
Retire a salada da geladeira 15 minutos antes de servir. À temperatura ambiente, os sabores serão realçados.

Souflê de framboesa.

Receita do Chef Paul Smart  - suflê de framboesa

12 persone

INGREDIENTES
  • 250 ml de purê de framboesa
  • 25 g de farinha de milho
  • 100 g de açúcar
  • 180 g de claras de ovo
PARA O MOLHO
  • 150 ml de creme de leite
  • 150 g de chocolate branco devem chegar

RECEITA
Mexa o purê de framboesa em fogo baixo e misture a farinha de milho. Deixe cozinhar durante 5 minutos e, em seguida, retire do calor e reserve. Bata as claras até que fiquem firmes, adicionando o açúcar. Unte uma forma de suflê com manteiga, polvilhe com açúcar e coloque no frigorífico.

Misture 1/3 dos ovos batidos com o purê de framboesa. Adicione o resto das claras até obter uma cor uniforme. Coloque a mistura para a forma e coloque no frigorífico. Pré-aqueça o forno a 180ºC e asse durante 11 minutos. Enquanto está no forno, aqueça o creme de leite, derretendo o chocolate nelas. Para servir, cubra os suflês com açúcar de confeiteiro e acompanhe com molho de chocolate branco e gelado.

Honey gingerbread.

 

Ingredientes (para 6 pessoas)

Tempo de preparação: 20 minutos
Tempo de cozimento: 1h15
INGREDIENTES
  • 250 g de farinha de trigo
  • 100 g de açúcar de confeiteiro
  • 1 sachê de fermento
  • 1 sachê de açúcar de baunilha
  • 2 ovos
  • 100 ml de leite
  • 250 g de mel
  • 1 colher de chá de anis verde
  • 1 colher de chá de noz moscada ralada
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de chá de gengibre em pó
  • 1 colher de chá de pimenta da Jamaica

RECEITA
Preaquecer o forno à temp. 5/6 (160 °C).
Aquecer o mel em uma panela ou no microondas, em seguida, enquanto está quente, passar para uma tigela com a farinha misturada com o fermento, os dois açúcares, anis verde, noz moscada ralada, canela e gengibre.
Juntar os ovos um de cada vez, adicionar um pouco de leite morno para misturar tudo com uma espátula.

Colocar a massa em uma forma untada e polvilhada com farinha. Levar ao forno durante 1h a 1h15.
Desenformar o pão de especiarias quando estiver frio.
Esperar, pelo menos, 24 horas antes de servir.
Dura uma semana, embrulhado em papel alumínio.

Stollen, o famoso bolo de Natal alemão.

Bolo amanteigado com passas e frutas cristalizadas é tradicional em toda Alemanha, particularmente na cidade de Dresden. Forma do bolo tem significado ligado ao período natalino.

    
Dresdner Christstollen

Além dos biscoitos natalinos, o stollen é parte essencial das festas de fim de ano na Alemanha. Versões artesanais do bolo são vendidas em lojas especializadas e nos tradicionais mercados de Natal, e industrializadas de várias marcas encontram-se nos supermercados.

Acredita-se que a forma típica do stollen, comprido e achatado, representa o menino Jesus embrulhado num manto e, por isso, o doce é muitas vezes chamado de christstollen.

A cidade de Dresden, no leste da Alemanha, é particularmente conhecida pela especialidade natalina, também conhecida como dresdner christstollen e mencionada por escrito pela primeira vez em 1474.

Na Idade Média, o bolo levava apenas farinha, fermento e água. A Igreja não permitia o uso de manteiga. No entanto, nobres da Saxônia, onde Dresden está localizada, pediram ao papa Inocêncio 8º que acabasse com a proibição. No ano de 1491, o pontífice emitiu a chamada “carta da manteiga” e, a partir de então, o ingrediente estava liberado.

O dresdner stollen é feito da maneira como se conhece hoje desde o século 20. A massa doce, com fermento biológico, leva manteiga, amêndoas, frutas cristalizadas, passas e rum. Após assado, o bolo é generosamente besuntado com manteiga – o que ajuda a deixar a massa úmida – e polvilhado com açúcar de confeiteiro. Desde 2010, o dresdner stollen tem seu nome protegido pelo direito europeu, sendo que apenas os bolos produzidos na região de Dresden podem ser chamados assim.

Variações da receita acrescentam um recheio de marzipã às frutas ou então as substituem por uma densa massa de sementes de papoula. Aprenda a receita tradicional:

Lebkuchen, o pão de mel natalino da Alemanha

Com especiarias, avelãs, amêndoas ou nozes, doce é parte essencial dos mercados de Natal alemães. Versão de Nurembergue, redonda e coberta de glacê ou chocolate, é uma das mais tradicionais.

Ingredientes:

500 g de farinha de trigo

1 colher (chá) de sal

50 g de fermento biológico fresco

1 gema

125 ml de leite

100 g de açúcar

150 g de manteiga

Raspas da casca de meio limão

80 g de lascas de amêndoas

140 g de frutas cristalizadas

150 g de uvas passas

3 colheres (sopa) de rum

Açúcar de confeiteiro

Modo de preparo

Na véspera, deixar as frutas cristalizadas e passas de molho no rum. Aquecer o leite a cerca de 20 °C e dissolver o fermento em metade do leite. Misturar a outra metade com o açúcar, o sal, as raspas de limão e a gema.

Peneirar a farinha sobre uma superfície de trabalho e formar um montinho. Fazer um buraco no meio da farinha, adicionar aos poucos as duas misturas de leite e trabalhar a massa com as mãos. Acrescentar 100 gramas de manteiga derretida e trabalhar a massa até ela ficar lisa e não grudar mais nos dedos e na superfície de trabalho. Acrescentar as frutas e passas embebidas no rum. Formar uma bola com a massa, colocar sobre um prato, cobrir com um pano limpo e deixar descansar em temperatura ambiente por duas horas.

Trabalhar a massa novamente e deixar a massa no formato oval. Achatar a massa formando uma espécie de pão. Deixar descansar, coberto, por mais 30 minutos sobre uma forma untada e enfarinhada. Pincelar a massa com leite e assar por 45 minutos a 180 °C. Passar manteiga sobre o stollen ainda quente algumas vezes e, por fim, peneirar o açúcar de confeiteiro por cima.

*Receita traduzida e adaptada do livro Die Magie der Küche: Rezepte durch vier Jahreszeiten, de Fred Neuner e Michaela Haager

Receita de Lasanha de Frango.

Ingredientes (18)

cheiro-verde e louro a gosto

2 xícaras (chá) de água

1 lata de molho de tomate

2 colheres (sobremesa) de óleo de soja

sal e pimenta-do-reino moída a gosto

1 unidade de cebola picada

4 unidades de tomate sem pele e sem semente

1 unidade de peito de frango

1 tablete de caldo de legumes Molho

2 colheres (sobremesa) de amido de milho

1 unidade de cebola ralada

4 xícaras (chá) de leite

1 colher (sopa) de manteiga

1 lata de creme de leite sal a gosto pimenta do reino em grao moída a gosto Montagem

300 gr de mussarela

1 pacote de massa de lasanha pré cozida verde ou branca

Como Fazer

1. Cozinhe o frango com a folha de louro, o caldo de legumes e depois de cozido desfie.

2. Em uma panela refogue a cebola no óleo e vá acrescentando os ingredientes.

3. Depois deixe-o ferver por uns 20 minutos e coloque o cheiro verde por último.

Molho

1. Doure a cebola na manteiga, acrescente uma parte do leite e dissolva o amido de milho na outra.

2. Em seguida, acrescente a mistura na panela, acrescente o sal e a pimenta do reino a gosto.

3. Quando abrir fervura, deixe cozinhar por 5 minutos, apague o fogo e acrescente o creme de leite.

Montagem

1. Vá intercalando, camadas de molho de frango, massa, molho branco e mussarela, até que acabe todos os ingredientes, deixando o molho branco para última camada.

2. Cubra com mussarela e leve ao forno com papel laminado por mais ou menos 30 minutos e sirva com arroz branco.

Chef Vitor Gomes dá a receita.

 

Carré francês. Essa é a opção de 9 entre 10 glutões. Basta que ele esteja no cardápio. Dos cortes de cordeiro é o mais elegante e certamente um dos mais saborosos. O Chef Vitor Gomes, do Ponto G (bistrô com gastronomia autoral, sucesso absoluto em Florianópolis e que eu ainda, vergonhosamente, não conheço), mandou pra gente a sua receita especialíssima do Carré Francês em Crosta de Ervas. Fique atento para a técnica de grelhar antes de colocar no forno. Esse truquezinho sela o filé e impede que o sumo da carne se perca no cozimento, desidrate e deixe as fibras rígidas. Veja lá, inspire-se e mãos à obra!
Crosta de Ervas
3 fatias de pão de forma sem casca
Salsinha, alecrim, tomilho, cebolinha, hortelã
2 dentes de alho
2 colheres de manteiga
Doure o pão no forno, coloque no liquidificador já picado e os demais ingredientes. Ligue e desligue o liquidificador e mexa com uma colher quantas vezes for necessário até obter uma pasta.
Carré Francês
4 unidades de carré
mostarda Dijon
crosta de ervas
Limpe o carré, tempere com sal e pimenta e grelhe rapidamente. Passe de um lado do carré grelhado, com a ajuda de um pincel, a mostarda Dijon e empane com a crosta de ervas.
Leve ao forno para finalizar até que a crosta esteja dourada.
Um bom acompanhamento? Siga a sugestão do mestre: Purê de Batata Baroa e Legumes Frescos regados com Azeite de Hortelã. E se achar que fazer em casa não é a sua praia, vá diretamente ao Ponto G. Reservas pelo fone: 48 8827.1911

Bolo de banana de liquidificador sem glúten e sem lactose.

  • Imagem enviada por Marina Pulzi Barretella NataliZoom
  • Imagem enviada por Carol SampaioZoom
  • Imagem enviada por JulianaZoom
PreparoPREPARO: 
RendimentoRENDIMENTO: 15 PORÇÕES
271 CALORIAS 
1 FATIA DE 50 G

INGREDIENTES

  • 4 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de óleo vegetal ou óleo de coco
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 2 xícaras (chá) de farinha de arroz
  • 2 xícaras (chá) de bananas amassadas
  • 1 colher (sopa) fermento químico em pó
Foto do usuário

MODO DE PREPARO

  1. Em um liquidificador, bata todos os ingredientes até obter uma massa lisa e homogênea
  2. Adicione o fermento químico, os ingredientes opcionais e misture levemente
  3. Despeje a massa em uma forma redonda com furo central e asse em fogo médio (180° C), preaquecido, por aproximadamente 40 minutos

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

  • Ingredientes opcionais: uvas passas, nozes ou castanhas picadas a gosto. Caso queira uma cobertura, faça o glacê real (2 claras de ovos, 4 colheres de chá de limão e 3 xícaras de açúcar de confeiteiro batidos até ponto firme).