Carnaval de Oruro, Bolívia.

(Obra-prima do Património Oral e Imaterial da Humanidade)

O ponto alto deste Carnaval é a entrada, altura em que dezenas de milhares de dançarinos e de músicos encetam uma procissão que dura 20 horas – das 7 da manhã até à madrugada seguinte.
A dança que ninguém esquece é a diablada, protagonizada por diabos que invocam a satânica divindade do subsolo, Supay. A partir do momento em que se elegeu a Virgen del Socavón como Santa Padroeira das minas e deste Carnaval, os mineiros, temendo a inveja de Supay, acharam por bem prestar-lhe homenagem em todos os festivais.
Durante o festival, a audiência vai-se abastecendo com a forte cerveja boliviana e com a chicha, potente bebida feita de cereais fermentados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.