Einstein : uma biografia resumida.

10805466_305152829673281_920956587_n

CULTURA DA QUÍMICA

 

Albert Einstein nasce a 14 de março de 1879, em Ulm, velha cidade de Souabe, no sudoeste da Alemanha. Tão longe quanto pode alcançar sua memória, seus ancestrais paternos e maternos aí viveram. Seus pais transmitem a ele o amor pela música e pela natureza, além de uma abertura de espírito e tolerância, típicos dos Souabes. Daí vem a aversão de Einstein pelo militarismo prussiano e pela aprendizagem mecanizada.

A mais antiga fotografia de Einstein conhecida atualmente.

Einstein passa sua infância em Munique. Ainda muito jovem, prefere lançar-se em seus sonhos a ir brincar como as outras crianças. Dos 10 aos 18 anos, estuda no Luitpold Gymnasium, em Munique. Abandona seus estudos e vai ter com sua família na Suíça, onde arte, música e lógica ocupam um lugar de destaque.

Mas Einstein deve prosseguir seus estudos. Após um ano passado na escola cantonal da cidade de Aarau, na Suíça, obtém um diploma que lhe permite ingressar na Escola Politécnica, de Zurique, escola que influencia sobremodo seu desenvolvimento intelectual, pois é aí que nasce seu interesse pela física.

Em 1901, torna-se cidadão suíço. Pouco depois, consegue um emprego no Bureau des Brevets, em Berna, onde desenvolve essa excepcional faculdade de depreender imediatamente a conseqüência de cada nova hipótese. Embora ainda ocupando esse emprego, em 1905 publica a primeira memória de uma longa série, em que formula sua teoria da relatividade. Revoluciona o pensamento físico e distancia, com o mesmo golpe, a física newtoniana.

Albert Einstein, em 1912.

Em 1909, na Universidade de Zurique, inicia a carreira para a qual estudara: é nomeado professor. Em 1910, dá aulas na Universidade de Praga, na Áustria e, em 1912, na Escola Politécnica de Zurique. De 1913 a 1933, é responsável pela pesquisa científica da Academia de Berlim e do Instituto Kaiser Wilhem, em Berlim.


Albert Einstein, em 1931.

Além dessas atividades científicas, Einstein se envolve socialmente em várias causas. Após a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha hitleriana procura bodes expiatórios, e os encontra sobretudo nos judeus. Einstein se alia à causa dos judeus, em parte para estabelecer uma universidade israelita em Jerusalém, e porque ele mesmo é judeu. Toda sua vida faz ressaltar seu caráter pacifista, e sente amargamente que suas equações tenham permitido a criação de armas nucleares.

Após as agitações políticas na Alemanha, Einstein se estabelece nos Estados Unidos, com sua segunda esposa, onde ocupa um cargo no Instituto de Estudos Superiores, em Princeton.

Albert Einstein, em Princepton.

Em 1940, obtém a cidadania americana. Durante toda sua vida defende suas convicções e, com seu humor familiar e sua simplicidade, coloca-se acima de todos os problemas.


Albert Einstein, em 1945.

Morre em 18 de abril de 1955, conseqüência de uma perfuração da aorta.


O último quadro-negro com anotações de Einstein.

Deixa doce e tranqüilamente esse mundo estranho, para o qual grandemente contribuiu para compreender e mudar.

Nota do Managing Editor: o texto desta biografia é fruto de compilação da Editoria do LQES Website, baseada em material existente na Internet, em diferentes línguas.

As fotos foram obtidas em
http://www.th.physik.uni-frankfurt.de/~jr/physpiceinstein.html.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.